Nefrologia

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 2 de 2
  • Item
    Infecções de cateter central de hemodiálise: estudo de emoculturas e cultura de ponta de cateteres em hospital referência de neufrologia na região amazônica
    (2015) OLIVEIRA, Alexe Henrique de; LUCENA, Debora Dias de; FERREIRA, Adréa Cristina Beltrão
    O objetivo deste estudo foi avaliar o perfil microbiológico infecções relacionadas ao cateter venoso central para hemodiálise nos portadores de doença renal crônica ou aguda no setor de terapia renal substitutiva na Fundação Estadual Hospital das Clínicas Gaspar Viana (FEIICGV), bem como identificar o sitio de maior frequência de infecção. Após aprovação do comitê de ética foi realizado um estudo observacional, transversal e retrospectivo, no serviço de terapia renal substitutiva, através da revisão de prontuário dos portadores de doença renal crônica e aguda que foram submetidos a implante de acesso venoso centrai para hemodiálise e evoluíram com infecção ou sistémica no período de janeiro a dezembro de 2014. Dos 126 incluídos no estudo, 34% evoluíram com infecção relacionada ao cateter duplo lúmen (CDL). 44.44% das implantados em veias femorais evoluíram com infecção comparados a 23,81 % dos que estavam em veias Jugulares. Dos que evoluíram infecção, 44% apresentaram culturas positivas, a maioria por Pseudomonas aeruginasa. Medidas de prevenção de infecções relacionadas ao cateter de hemodiálise são fundamentais, bem como considerar o perfil microbiológico ao introduzir terapia antimicrobiana para infecções de acesso. Dar preferência a implantes em jugulares, minimizando a incidência de casos de infecção. Confecção de fístula arferiovenosa ainda é a conduta que mais previne complicações.
  • Item
    Perfil clínico-epidemiológico da interconsulta do serviço de Nefrologia da Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna no período de janeiro a junho 2010
    (2011) BITTENCOURT, Amandha Luysa Leal; PANTOJA, Renata Kelly Sousa
    Introdução: Os rins são órgãos fundamentais para a manutenção da homeostase do organismo humano e da mesma forma alvo de patologias de acometimento sistêmico além das próprias do sistema genitourinário. Presume-se que em hospitais de grande porte que sirvam de referência para pacientes portadores de patologias sistêmicas, além da referência específica em nefrologia, este órgão seja comumente afetado, de forma direta ou indireta. Objetivos: Identificar o perfil clínico-epidemiológico dos pacientes atendidos pela interconsulta da Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna no período de janeiro a junho de 2010, com ênfase nos pacientes internados na unidade de terapia intensiva (UTI) que tiveram como diagnóstico nefrológico insuficiência renal aguda (IRA). Casuística e método: Estudo descritivo observacional retrospectivo, incluindo todos os pacientes atendidos pela interconsulta do serviço de nefrologia do Hospital de Clínicas Gaspar Vianna, no período de janeiro a junho de 2010. Os dados foram coletados através da revisão das Fichas de Interconsulta (FI) e complementados através de revisão de prontuários. Os dados foram organizados em um planilha e posteriormente analisados usando o programa EPI INFO 3.5.2. Resultados: Foram avaliados 240 pacientes, com maioria do sexo masculino, com média de idade de 57,4 anos, 75,12% foram avaliados nos primeiros sete dias de internação, 71,27% eram portadores de disfunção renal crônica. Quando analisados somente os pacientes da UTI, 77,5% apresentavam IRA, grupo que teve mortalidade de 52,5%; 50% dos pacientes IRA/UTI foram avaliados segundo o sistema RIFLE no estágio FAILURE. Conclusões: Este estudo não teve como objetivo testar hipóteses e sim conhecer algumas características da população atendida pela equipe de nefrologia da FHCGV e levantar alguns questionamentos, servindo de estímulo para estudos futuros. Chama a atenção que metade dos pacientes UTI/IRA sejam atendidos em um momento de disfunção renal severa, quando a principal conduta foi iniciar hemodiálise.