Repositório Digital

Hospital de Clínicas Gaspar Vianna

  • O Repositório Digital tem como finalidade reunir de forma organizada e de fácil acesso o conjunto da produção científica desenvolvida na FHCGV, possibilitando o acesso aberto e a difusão do conhecimento das áreas de atuação do Hospital.
SiteGaspar Vianna
 

Comunidades no DSpace

Selecione uma comunidade para navegar por suas coleções

Agora exibindo 1 - 3 de 3

Submissões Recentes

Item
Cuidado nutricional para pessoas com transtornos mentais
(2024) GUTERRES, Aldair da Silva
A ideia de escrever este livro voltado para a nutrição na saúde mental, nasceu da dificuldade de encontrar na literatura esse tipo de conteúdo, que fizesse a referência direta entre os aspectos nutricionais e as doenças mentais. O enfoque da relação entre o estado nutricional e a manifestação das doenças mentais, mostra que é necessário o acompanhamento e o diagnóstico nutricional a fim de melhorar a conduta a ser implementada na restauração da performance de saúde e qualidade de vida. A interação droga-nutriente é importante para determinar os ajustes que devem ser realizados na alimentação a fim de minimizar as perdas nutricionais e possíveis déficits na ingestão alimentar. Por fim, a fitoterapia foi abordada de forma a esclarecer que os fitoterápicos podem dar uma importante contribuição no tratamento das doenças mentais.
Item
Complicações do implante cirúrgico de cateter de diálise peritoneal na Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna
(2012) CORDEIRO, Carlos Rodrigo Sama; PANTOJA, Renato Marcelos Bordallo
No Brasil, cerca de dois milhões de pessoas sofrem com doenças renais crônicas e 87 mil realizam algum método diálise prévio com 10,6% desta população através de diálise peritoneal. Objetivo: analisar a incidência de complicações envolvendo implante cirúrgico de cateter de diálise peritoneal na Fundação Pública Hospital de Clínicas Gaspar Viana. Método: estudo clínico, retrospectivo, transversal, observacional através do teste exato de Fisher. Resultados: divididos através de 2 grupos um com tempo de uso do cateter entre 1 e 6 meses e outro entre 10 e 12 meses. 57,1% dos pacientes são do sexo feminino; média de idade de 57,19 anos; 78,6% já utilizavam método de diálise prévio; 92,9% foram submetidos a implante de maneira eletiva; 78,6% através de incisão transversa; 92,9% utilizavam cateter do tipo SWAN NECK MISSOURI; 28,57% apresentaram peritonite ou infecção local e 85,7% eram portadores de HAS. Conclusão: as complicações envolvendo o implante cirúrgico de cateter de diálise peritoneal na Fundação Pública Hospital de Clínicas.
Item
Lições do mundo real: o quanto atingimos as metas de controle lipídico para pacientes coronarianos utilizando sinvastatina em um hospital público de referência cardiológica
(2012) ALVARENGA, João Milton Rêgo; VINSON, Sueleny do Socorro Lopes; PEREIRA, Kleber Renato Ponzi
Fundamento: Estudos controlados randomizados atuais recomendam o uso de novas gerações de estatinas para atingir as metas de controle de colesterol em pacientes coronarianos. Contudo, a maioria dos pacientes na rede pública de saúde tem acesso apenas à sinvastatina, cujos dados controlados sobre a utilização na prática clínica são escassos. Objetivo: Avaliar a taxa de pacientes coronarianos sob uso contínuo de sinvastatina que atingiram as metas de controle lipídico propostas pela Sociedade Brasileira de Cardiologia. Métodos: Foi realizado um estudo observacional prospectivo incluindo pacientes ambulatoriais portadores de doença arterial coronariana de um hospital público de referência cardiológica, que alegaram uso regular de sinvastatina, por no mínimo oito semanas. A pesquisa foi realizada por meio de entrevista e dosagem sérica do perfil lipídico. Resultados: Cem pacientes coronariopatas, usuários de sinvastatina, foram incluídos no estudo. O sexo masculino foi prevalente (73%); sendo a média de idade de 66 anos. A meta de LDL-c < 100mg/dL foi atingida em 65% dos pacientes e de LDL-c < 70mg/dL, em 23%, com a prescrição de 20mg de sinvastatina a 72% dos pacientes e de 40mg a 27%. Essas metas foram alcançadas numa população de 13% de indivíduos classificados como alto risco cardiovascular, aplicando-se o escore de risco de Framingham. Triglicerídeos < 150mg/dL foi observado em 62 pacientes; 42% dos homens apresentaram HDL-c ≥ 40 mg/dL e apenas 29% das mulheres HDL-c 50mg/dL. Conclusão: Em resumo, nessa população de pacientes com doença arterial coronariana, utilizando doses relativamente baixas de sinvastatina, a maioria atingiu a meta de controle de LDL-c colesterol < 100mg/dL; o que indica que a sinvastatina ainda pode ser considerada uma boa opção terapêutica inicial para o controle lipídico em pacientes coronarianos.
Item
Perfil epidemiológico de pacientes com transtorno de humor internados na clínica psiquiátrica de um hospital geral
(2018) JALLAGEAS, Daniela Noura; BOULHOSA, Daniela da Costa; LEÃO, Paulo Delgado
A promoção de saúde mental é pensar o homem em sua totalidade, como ser biológico, psicológico e social, e ao mesmo tempo em todas as condições de vida que visam proporcionar lhe bem-estar físico, mental e social. Atualmente sabe-se que os transtornos de humor estão entre os transtornos psiquiátricos mais prevalentes, apesar das descobertas e avanços no estudo das bases neurobiológicas e abordagens terapêuticas no transtorno bipolar e depressão. Objetivo: Identificar o perfil dos pacientes com transtorno de humor e qual a relação existente entre essas características e os resultados obtidos com o tratamento. Metodologia: Foi realizado um levantamento da epidemiologia descritiva nas literaturas. Resultados e discussões: os resultados permitiram conhecer o perfil dos pacientes acometidos por transtornos de humor, detectar as relações existentes entre as características individuais e a possibilidade de desenvolver um transtorno de humor, assim como compreender os principais motivos que os levam a abandonar o tratamento. Considerações finais: traçar o perfil dos pacientes com transtorno de humor configura importante elemento, através do qual, as instituições de saúde como, o CAPS (centro de atenção psicossocial), o HCGV (hospital de clínicas Gaspar Viana) referência em psiquiatria no estado do Pará, podem utilizar os dados como indicadores epidemiológicos de forma a promoverem um melhoramento em suas políticas públicas de saúde voltadas ao portador de transtorno de humor.
Item
Avaliação do desenvolvimento motor de crianças cardiopatas no pré-operatório de cirurgia cardíaca
(2018) MELO, Marcela do Socorro Tavares de; CHAVES, Danielle Maria de Souza
Trata-se de um estudo de coorte, retrospectivo e de abordagem quantitativa, que teve como objetivo analisar o tempo porta-ECG de pacientes de pacientes com Infarto Agudo do Miocárdio com Supradesnivelamento do segmento ST (IAMCST), em um hospital público, de referência em cardiologia, na Região Norte do Brasil, A pesquisa foi realizada por meio de consulta aos registros clínicos de pacientes acometidos por IAMCST admitidos na Emergência Cardiológica no período de maio de 2017 a abril de 2018. A análise dos dados foi feita a partir da Análise Exploratória de Dados com suporte do software SPSS for Windows, versão 20.0. A partir da análise do tempo porta-ECG observou-se que 57,37% dos ECGs realizados, não alcançaram o intervalo de tempo preconizado pela SBC/AHA, apresentando tempo médio de 15,71 min para a realização do primeiro ECG. A partir da análise estatística foi significante a relação entre o tempo porta-ECG e o tempo porta-balão (p=0,000). Assim como pacientes provenientes do interior do estado evidenciaram maior probabilidade de atraso no tempo porta-ECG (p=0,026). Não foi evidenciada significância estatística para pacientes encaminhados de outra instituição (p=0,086) transportados por ambulância e nem que tiveram realização prévia do ECG (0,493). O diagnóstico precoce do IAMCST pelo ECG pode impactar em todo o curso do tratamento. Faz-se necessário o fortalecimento de protocolos para tornar a rede assistencial do SUS capaz de atuar para aperfeiçoar o tratamento e reduzir a morbidade e mortalidade desses pacientes.