Enfermagem

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 3 de 3
  • Item
    Senso interno de coerência de idosos no pré-operatório de revascularização do miocárdio
    (2017) COSTA, Pollyana Thays Lameira da; TYLL, Milene de Andrade Gouvea
    Objetivo: Avaliar o Senso Interno de Coerência dos idosos no pré-operatório de revascularização do miocárdio. Método: Participaram do estudo 28 idosos internados em uma instituição pública de referência. Utilizou-se o questionário de avaliação do senso de coerência, validado no Brasil (2007). Foram considerados os seguintes scores: senso de coerência fraco entre 13 e 38 pontos, moderado entre 39 e 65, e forte entre 66 e 91. Os dados foram analisados pelo programa SPSS versão 24.0, utilizando-se a frequência simples, percentual, média, desvio padrão e o Teste T de Student. Resultados: Cerca de 75,0% dos idosos eram do sexo masculino, média de idade 68 anos, baixa escolaridade e com o valor médio do senso de coerência de 63 pontos. Conclusão: Os idosos avaliados apresentaram uma resposta moderada a forte aos estressores no pré-operatório da cirurgia de revascularização do miocárdio.
  • Item
    Conhecimento e adesão ao tratamento de insuficiência cardíaca: análise de pacientes em hospital de ensino
    (2016) COSTA, Janaína Silva da; VILHENA, Andrezza Ozela de
    Objetivou-se identificar a relação entre o conhecimento sobre a doença e a adesão ao tratamento, a partir da caracterização sociodemográfica e clínica além da avaliação do autoconhecimento acerca da doença e nível de adesão. É um estudo do tipo relato de experiência sendo utilizada a pesquisa quantitativa de natureza exploratória e descritiva. Do total dos 14 pacientes, a maioria do sexo masculino, com faixa etária de adultos jovens, com baixa renda e baixo nível de escolaridade, casados. O nível de conhecimento sobre IC foi regular, os não aderentes apresentaram maior quantidade de acertos e apenas uma questão sobre conhecimento da doença apresentou associação significativa com a adesão terapêutica. Pode-se concluir que é preciso estabelecer mecanismos que possam subsidiar programas que estimulem a promoção e prevenção de IC, além de incorporar à população o autocuidado e qualidade de vida.
  • Item
    A implantação do protocolo de cirurgia segura em um hospital público de referência cardiológica
    (2016) CASCAIS, Jéssica Cardoso; ALENCAR, Mônica Florice Albuquerque
    INTRODUÇÃO: Os sistemas de saúde devem avançar no desenvolvimento de serviços que prestem uma atenção integral de qualidade. OBJETIVO GERAL: Conhecer a experiência de implantação do protocolo de cirurgia segura em um Hospital Público de Referência Cardiológica. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Examinar o conhecimento das equipes assistenciais em relação ao protocolo de cirurgia segura; Descrever fatores que interferem na adesão ao protocolo de cirurgia segura; Averiguar a percepção das equipes assistenciais quanto a correlação entre a implantação do protocolo de cirurgia segura e a melhoria da qualidade da assistência ao paciente. METODOLOGIA: Pesquisa tipo exploratório-descritiva; método clínico-qualitativo, sendo o período entre março a abril de 2015. DISCUSSÃO: Foram agrupados os motivos apontados pelos entrevistados: Resistência a mudanças; Questões operacionais; Cultura de segurança/ educação continuada. CONCLUSÃO: O comprometimento e o envolvimento da equipe são essenciais para a melhoria da qualidade e segurança para os pacientes e para a equipe.