Avaliação do desempenho cognitivo em idosos hipertensos que realizam hemodiálise em um hospital público de referência no Estado do Pará

Resumo
Introdução: Atualmente no Brasil o envelhecimento vem crescendo de forma considerável, tornando a população idosa, uma grande parte da sociedade, trazendo consigo fatores funcionais e cognitivos, apresentando patologias comuns ao envelhecimento, tais como a hipertensão e os declínios cognitivos, ressaltando ainda a grande demanda das doenças renais e cardiovasculares na população em geral. Objetivo: O estudo objetivou avaliar através dos testes mini exame do estado mental e o teste do relógio, o desempenho cognitivo de idosos hipertensos participantes do programa de hemodiálise através de avaliação cognitiva assim como relacionar e identificar a relação da HAS com a terapia hemodialítica. Metodologia: Estudo observacional, exploratório, descritivo, analítico e transversal. Realizou-se a triagem nos prontuários de todos os idosos hipertensos que realizavam a Terapia Renal Substitutiva, no total de 21, porém somente 18 preencheram os critérios de inclusão. Após a triagem a primeira etapa consistiu na aplicação do Termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE) juntamente com o questionário sóciodemográfico e posteriormente fora realizada a aplicação dos testes cognitivos min mental e teste do relógio. Resultados: Os pacientes em sua maioria foram do sexo masculino (61,11%), casados (66,67%), com baixa escolaridade (66,67%) e renda familiar (55,56%), em sua maioria oriunda do interior do Pará (55,56%) e apresentam quadro de diabete Mellitus (83,33%), assim como já necessitaram de internação (100%) e apresentaram complicações infecciosas (72,22%), referindo-se ao desempenho cognitivo foi utilizado o coeficiente de correlação de Sperman onde não foi encontrado relação entre a hemodiálise e o desempenho cognitivo nos idosos hipertensos. Conclusão: Apesar da escassez na literatura sobre a cognição em pacientes renais, conclui-se sobre a importância da realização do rastreio cognitivo, através da aplicação dos testes, para avaliar habilidades e limitações cognitivas importantes em grupos populacionais com características de cronicidade, como o realizado neste estudo, de forma que não venha a passar despercebidas outras patologias ou declínios pertencentes ao envelhecimento, ressaltando a necessidade de profissionais capacitados e suporte integral.
Descrição
Palavras-chave
Citação
VIEIRA, Gleice Kelly Caetano. Avaliação do desempenho cognitivo em idosos hipertensos que realizam hemodiálise em um hospital público de referência no Estado do Pará. Monografia (Programa de Residência Multiprofissional em Atenção à Saúde Cardiovascular) – Fundação Pública Estadual Hospital de Clínicas Gaspar Vianna; Universidade do Estado do Pará. Belém, 2017.