Vivências dos familiares cuidadores do doente renal crônico e as interfaces na realização da diálise peritoneal domiciliar

Resumo
A diálise peritoneal é uma terapia que substitui a função do rim, eliminando líquido e depurando toxinas do organismo, através de uma solução de diálise colocada no peritônio e é realizada no domicílio do doente renal por um cuidador familiar. Este estudo teve por objetivo geral desvelar a vivência de familiares cuidadores de doente renal crônico e as interfaces na realização da diálise peritoneal domiciliar e objetivos específicos descrever a vivência de familiares cuidadores de doente renal crônico na realização de diálise domiciliar; identificar a interface entre cuidar do doente renal crônico e a realização de diálise peritoneal; verificar as estratégias sugeridas pela enfermagem para familiares cuidadores de doente renal crônico na realização da diálise domiciliar e investigar se essas estratégias podem ser utilizadas para desenvolver competências na realização de diálise domiciliar. O percurso metodológico foi pautado na abordagem qualitativa. A pesquisa foi desenvolvida no período de Maio a Julho de 2015 no Serviço de Terapia Renal Substitutiva de um Hospital Público da cidade de Belém-Pará. Participaram da pesquisa 07 familiares cuidadores de pacientes com Insuficiência Renal Crônica que realizam diálise peritoneal nesta instituição. Como instrumento para coleta de dados foi utilizada entrevista semiestruturada, sendo realizada análise de conteúdo temática. A análise dos dados revelou cinco categorias: Orientações para realizar a terapia no domicilio; Desenvolvimento de competências a partir das orientações recebidas; Interface entre cuidar do doente renal crônico e realização de diálise (subcategoria 1: Cuidados relacionados a terapia; subcategoria 2: Cuidados gerais); Vivência de familiares cuidadores de doente renal na realização de diálise no domicílio e O Processo de cuidar. Conclui-se que os familiares cuidadores realizam os cuidados com competência e atenção, expressaram preocupação em manter a técnica da assepsia correta, sabem identificar e diferenciar os cuidados específicos da terapia daqueles utilizados para comorbidades pré-existentes, as vivências são individuais, ainda que todos realizem a mesma terapia, e dependem do contexto familiar em que cada cuidador se encontra. Esta pesquisa visa contribuir para que enfermeiros e equipe multiprofissional que atuam na nefrologia possam intervir junto aos cuidadores para atender de modo particular suas necessidades, manter o bem estar, promover a saúde e contornar as sobrecargas.
Descrição
Palavras-chave
Citação
LIMA, Anny Karoline Duarte Leão. Vivências dos familiares cuidadores do doente renal crônico e as interfaces na realização da diálise peritoneal domiciliar. Monografia (Programa de Residência Multiprofissional em Nefrologia) – Fundação Pública Estadual Hospital de Clínicas Gaspar Vianna; Universidade do Estado do Pará. Belém, 2016.
Coleções